Gabarito Concurso Escrivão de Polícia (PC-SP) 2018

Neste domingo, dia 10 de junho, será aplicada em São Paulo (capital e Grande São Paulo), Araçatuba, Bauru, Campinas, Piracicaba, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Santos, São José do Rio Preto, São José dos Campos e Sorocaba, a prova, com cem questões de múltipla escolha do Concurso Público para o provimento de 800 cargos vagos na carreira de Escrivão de Polícia da Polícia Civil do Estado de São Paulo (PC-SP).

O Escrivão de Polícia tem o total de vencimentos a partir de R$ 3.743,98, correspondentes à soma dos valores do salário-base e da Gratificação pelo Regime Especial de Trabalho Policial – RETP.

Um exemplar, em branco, do caderno de questões da prova e o gabarito estarão disponíveis no site da organizadora, nos ícones “prova” e “gabarito”, na página do concurso público, a partir das 14 horas do primeiro dia útil subsequente ao de sua realização.

Serão admitidos recursos quanto às questões e ao resultado da prova preambular. O candidato poderá interpor recurso, sem efeito suspensivo, no prazo de cinco dias úteis, contado do dia imediatamente seguinte ao da publicação do ato impugnado. Para cada questão impugnada o candidato deverá apresentar um recurso autônomo. Os recursos da prova preambular deverão ser interpostos na Fundação VUNESP.

Quando o recurso se referir ao gabarito da prova preambular, deverá ser elaborado de forma individualizada, ou seja, um recurso para cada questão, e a decisão será tomada mediante parecer técnico da Fundação VUNESP.

No caso de provimento do recurso interposto dentro das especificações, esse poderá, eventualmente, alterar a nota/classificação inicial obtida pelo candidato para uma nota/classificação superior ou inferior, ou ainda poderá ocorrer a desclassificação do candidato que não obtiver a nota mínima exigida para habilitação.

O gabarito divulgado poderá ser alterado em função da análise dos recursos interpostos e, caso haja anulação ou alteração do gabarito, as provas serão corrigidas de acordo com o gabarito oficial definitivo.

O concurso terá validade de dois, contados a partir da data da publicação de sua homologação em Diário Oficial do Estado, prorrogável uma vez por igual período, a critério da Secretaria de Segurança Pública, não cabendo qualquer ato posterior.