Gabarito Concurso TRT-RJ 2018: Técnico e Analista Judiciário

Foram aplicadas neste domingo (10), para mais de 117 mil candidatos as provas objetivas do Concurso Público Nº 01/2018 do Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região (TRT/RJ), no Rio de Janeiro, para os cargos de Técnico Judiciário e Analista Judiciário.

Serão preenchidas 16 vagas mais cadastro reserva nas funções de Técnico Judiciário – Área Administrativa; Técnico Judiciário – Área Administrativa – Especialidade Segurança; Técnico Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Enfermagem; Analista Judiciário – Área Administrativa; Analista Judiciário – Área Judiciária; Analista Judiciário – Área Judiciária – Especialidade Oficial de Justiça Avaliador Federal; Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Engenharia Civil; Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Engenharia Elétrica; Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Engenharia Mecânica; e Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Psicologia. Os salários variam entre R$ 7.766,18 e R$ 12.742,14.

O gabarito preliminar e o caderno de questões da prova objetiva serão divulgados um dia após a aplicação da prova objetiva, no site do Instituto AOCP.

Caberá interposição de recursos, devidamente fundamentados, ao Instituto AOCP no prazo de dois dias úteis contra as questões da prova objetiva, prova discursiva e o gabarito preliminar. Os recursos deverão ser protocolados em requerimento próprio, por meio de link disponível no endereço eletrônico www.institutoaocp.org.br.

Os recursos deverão ser individuais e devidamente fundamentados. Admitir-se-á um único recurso por questão para cada candidato, relativamente ao gabarito preliminar divulgado, não sendo aceitos recursos coletivos.

Na hipótese de alteração do gabarito preliminar por força de provimento de algum recurso, as provas objetivas serão recorrigidas de acordo com o novo gabarito.

Se, da análise do recurso, pela Banca Organizadora, resultar anulação de questão(ões) ou alteração de gabarito da Prova Objetiva, o resultado da mesma será recalculado de acordo com o novo gabarito. No caso de anulação de questão(ões) da Prova Objetiva, a pontuação correspondente será atribuída a todos os candidatos, inclusive aos que não tenham interposto recurso.

O prazo de validade será de dois anos, a contar da homologação do certame, podendo ser prorrogado por igual período, a critério da Presidência do TRT 1ª Região.