Gabarito PCSP 2018: Agente de Telecomunicações e Papiloscopista

Foram aplicadas neste domingo, dia 01 de julho, as provas objetivas do Concurso Público 2018 da Polícia Civil do Estado de São Paulo (PC-SP) para provimento de 500 vagas nas funções de Agente de Telecomunicações Policial e Papiloscopista Policial.

O candidato aprovado será nomeado para cargo nos termos da Lei Complementar n.º 207, de 5 de janeiro de 1979 (Lei Orgânica da Polícia do Estado de São Paulo), e da Lei Complementar n.º 1.151, de 25 de outubro de 2011.

O caderno de questões da prova e o gabarito serão divulgados pela Fundação VUNESP, nesta segunda-feira (02), a partir das 14h. Confira aqui

Serão admitidos recursos quanto ao gabarito, às questões e ao resultado da prova preambular. O candidato poderá interpor recurso, sem efeito suspensivo, no prazo de cinco dias úteis, contado do dia imediatamente seguinte ao da publicação do ato impugnado.

Para cada questão impugnada o candidato deverá apresentar um recurso autônomo. Os recursos da prova preambular deverão ser interpostos na Fundação VUNESP.

O candidato deverá utilizar o campo próprio para interposição de recursos no endereço eletrônico www.vunesp.com.br, na página do concurso público, seguindo as instruções ali contidas.

Quando o recurso se referir ao gabarito da prova preambular, deverá ser elaborado de forma individualizada, ou seja, um recurso para cada questão, e a decisão será tomada mediante parecer técnico da Fundação VUNESP.

O gabarito divulgado poderá ser alterado em função da análise dos recursos interpostos e, caso haja anulação ou alteração do gabarito, as provas serão corrigidas de acordo com o gabarito oficial definitivo.

O concurso terá validade de dois anos, contados a partir da data da publicação de sua homologação em Diário Oficial do Estado, prorrogável uma vez por igual período, a critério da Secretaria de Segurança Pública, não cabendo qualquer ato posterior.